sexta-feira, 12 de junho de 2009

Suor excessivo




O suor excesivo, também chamado de hiperidrose é uma queixa freqüente no consultório, por isso escolhi o tema para abrir esta coluna onde vamos abordar algumas doenças dermatológicas freqüentes.
O suor é fisiológico e de suma importância para regulação térmica do organismo, além disso, ele é responsável pela eliminação de impurezas do corpo e pela manutenção do equilíbrio entre o meio externo e interno.
Segundo a sociedade Internacional de Hiperidrose cerca de 3% da população sofre com o problema de excesso de suor. Este problema pode ser primário, isto é, sem nenhuma causa aparente ou secundário a algumas alterações hormonais, ao uso de alguns medicamentos e a infeções.

Pode surgir em qualquer fase da vida do indivíduo e quando a sudorese é intensa tende a causar sérios prejuízos na qualidade de vida. O problema afeta as relações pessoais, o trabalho e o convívio social merecendo cuidado médico. Além disso, associando o suor com a proliferação de bactérias teremos o mau odor - a bromidrose - que traz ainda maior constrangimento.
Os locais mais comuns de acometimento são as axilas, as mãos, os pés e a face. Logo roupas manchadas, dificuldade no manuseio de papéis, provas e documentos são queixas freqüentes.
O tratamento pode ser realizado com soluções de uso tópico, mas os resultados costumam não ser satisfatórios.
A toxina botulínica aplicada no local afetado, resolve o problema por até 12 meses, é uma técnica rápida e segura, realizada em consultório médico e leva em média 7 dias para o resultado final. No último congresso da Academia Americana de Dermatologia em São Francisco, além do tratamento das axilas, mãos e pés foi abordado o uso de toxina botulínica aplicado bem superficialmente na face para o tratamento de hiperidrose na face e inclusive na região do buço.
A simpatectomia é uma técnica cirúrgica, hoje realizada por vídeo através de uma pequena incisão no tórax. É rápida e eficaz, o resultado é duradouro. tem como maior complicação a hiperidrose compensatória (o indivíduo pode suar em outra região do corpo que não suava anteriormente).
Sabe-se que a ansiedade está intimamente relacionada ao problema, por isso além dos tratamentos propostos, um acompanhamento psicológico é muitas vezes importante para um tratamento eficaz.

Um comentário:

  1. Oi Mari,

    Bem-vinda ao mundo fascinante dos blogs... E, por falar nisso, meus parabéns pelo teu... Ficou bem legal, e, com o tempo vais ver o quanto é bacana escrever num blog, ainda mais quando dominares bem as ferramentas....

    Vida longa ao blog,

    Grande beijo,

    Duda.

    ResponderExcluir

Dúvidas sobre dermatologia e cuidados com a pele...

Loading...